Miopia acadêmica

Por que a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood esnobou “À procura de Eric”? O filme do inglês Ken Loach, apesar de pouco badalado pela crítica, é, sem dúvida, uma das produções mais divertidas e inteligentes de 2009.

A comédia dramática dilata nossas pupilas com a história de Eric Bishop (Steve Evets), funcionário dos correios na terra de Sherlock Holmes que se martiriza por ter abandonado, ainda novo, a esposa e sua filhinha. No fundo do poço, ele precisa tocar sua vida e ainda lidar com dois enteados desajustados do seu segundo casamento.

Para tentar salvá-lo da crise existencial, o subconsciente de Eric acaba materializando seu ídolo maior, o ex-jogador de futebol Eric Cantona, que troca a pelota pela filosofia como instrumento de redenção. No papel de um mestre dos magos imaginário e bom de bola, Cantona passa a orientar Bishop, e tira a vida do carteiro do preto e branco.

A ausência do filme na premiação maior do cinema é inadmissível. Onde cabem dez, cabem onze. Fica a indignação.

Carlos Eduardo Bacellar

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Carlos Eduardo Bacellar, Filmaço!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s