“Quando abrimos a mente para o impossível, encontramos a verdade”

A sugestiva frase, utilizada como título deste post, da lavra do Dr. Walter Bishop, traduz bem o universo explorado por “Fringe”, série que leva a assinatura do mestre J. J. Abrams e que se tornou a nova febre dos aficionados pelo enigmático/bizarro/inexplicável — órfãos de “Arquivo X”.

Na última semana, o programa ambientou o episódio (“Peter”) nos anos 80. Nele, um Dr. Bishop (John Noble) mais jovem interfere nas leis da física que vedam brincadeiras entre universos paralelos, e acabamos descobrindo a verdadeira origem de Peter Bishop (Joshua Jackson), filho do cientista.

A sacação dos criadores da série foi elaborar uma abertura especial à moda década perdida. Eu achei que tinha descoberto a pólvora quando vi isso, mas foi só entrar no Google para ver milhares de registros que já me deixaram mais furado que queijo suíço. De qualquer maneira, acho bacana reproduzir aqui no blog as duas sequências de abertura, que são demais! Espero que essa moda pegue. Já imaginaram?

Para quem ainda não conhece “Fringe” (provavelmente acabou de chegar de Marte), o Warner Channel exibe os episódios inéditos da série todas as terças, às 23h. Façam como eu, aproveitem o embalo para engatar direto, num só fôlego, “Lost”, “Flash Forward” e as aventuras da Divisão Fringe do FBI.

Seguem os vídeos:

Tradicional

Temática anos 80

Carlos Eduardo Bacellar

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Carlos Eduardo Bacellar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s