O Cinema é Verde

Na década de 90 (do século passado), o grande diretor polonês Krzysztof Kieslowski investigou o eco dos valores revolucionários franceses no mundo de hoje, com a memorável (e imperdível) triologia “A Liberdade é Azul”, “A Fraternidade é Vermelha” e “A Igualdade é Branca”.

15 anos depois, o Cinema é verde.

Vejam:

P.S. Quem achou que fôssemos comentar os filmes “verdes” em cartaz, lego engano. “A Casa Verde”, bem intencionada animação gaúcha, para evocar a Sustentabilidade, precisaria de uma boa reciclagem de roteiro. Já “Zona Verde”, dirigido por Paul Greengrass, só tem de verde mesmo o título da obra e o sobrenome do diretor.

Helena Sroulevich

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Helena Sroulevich

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s