Últimos momentos do #FestivaldoRio em 140 caracteres

 

Em meio à repescagem e ao Campeonato Mundial de Voleibol Masculino, em Roma (A PRIORIDADE!), destacamos as últimas em 140 caracteres que encerram a nossa celebração do Festival do Rio.

#Carancho me cativou! Se não fosse o minuto final, seria maravilhoso! #FestivaldoRio
#FestivaldoRio “Comer Rezar Amar” não tem a densidade do livro e nem pretende. É filme para o público com exageros. E acertos, como Julia.
#FestivaldoRio “Você vai conhecer o homem dos seus sonhos” é Woody Allen mostrando que homens e mulheres também se alimentam de ilusões.
Em You Will Meet a Tall Dark Stranger só faltou uma piada de judeu. #FestivaldoRio
#FestivaldoRio Aprendi no bom doc AISHEEN: o zoo de Gaza se chama Al-Brazil, tem leão empalhado e um macaco agressivo apelidado Sharon.
#FestivaldoRio Em PASSIONE John Turturro faz elogio da música napolitana numa série desestruturada de clipes com ênfase em estereótipos
@soninha51

Em “A primeira coisa bela” aprendi que todas as insatisfações e tristezas com o mundo podem ser curadas com um banho de mar. #festivaldoRio
“Um Quarto em Roma” mostra que Julio Medem perdeu a mão. Se a ideia era fazer rir pelo ridículo, deu certo. #festivaldorio
#FestivaldoRio ARMADILLO e RESTREPO, filmes quase gêmeos. Mas o 2º é melhor: menos “construído”, mais potente dramaticamente
“Poesia” começa como filme de mulherzinha, incorpora gêneros e texturas e se despede em grande estilo. #festivaldorio
“The Killer Inside Me”, do Winterbottom, termina ao som de “Shame on You”. Acho que foi metáfora. #festivaldorio
Vi um filme mto foda ontem no #festivaldorio, sobre o José Martí. Produção fantástica, bons atores. Filmaço. Tentarei fazer download. 🙂
Em ‘Turnê’, Almaric se deixa levar pelo ego e se concentra no seu personagem. As meninas eram mais interessantes. #festivaldorio
‘Rubber’ parte de uma idéia sensacional. Mas fazer filme trash sem criatividade é dose. Um tédio.  #festivaldorio
“Turnê”, estreia do Mathieu Amalric como diretor, é bom, mas cansativo. #festivaldorio
“Rubber”, sobre o pneu assassino telecinético, é uma bela duma bosta. #festivaldorio
#FestivaldoRio ‘A vida durante a guerra’ é a tentativa frustrada de Solondz de emplacar a continuação de ‘Felicidade’. Sina: nível cai.
Machete: petardo trash cheio de sangue e decapitações, adorei! Num #FestivaldoRio com filmes lentos, foi um alívio divertido.
vi também “Turnê” que parecia ser bem legal pela sinopse, mas eu gostei só de algumas cenas, o filme como todo nem curti #festivaldorio
#FestivaldoRio ‘José Martí’ esculpe seu caráter em meio às agruras da busca de Cuba (e de seu povo) pela identidade. Neorrealismo cubano.
#FestivaldoRio Em ‘Turnê’, Mathieu Amalric extravasa sua tara pelo site http://migre.me/1ufZT. Decadência bem-humorada de tons fellinianos.
‘Scott Pilgrim contra o Mundo’ é criativo ao extremo, mas tem uma hora que cansa. Podia ser 20 min mais curto.  #festivaldorio
‘Ex Isto’ é um cine-ensaio belíssimo, muito criativo e imageticamente cativante. João Miguel, como sempre, soberbo.  #festivaldorio
‘Rico Ri à Toa’ é chanchada típica com casal de protagonista impagável. Por eles valeu o ingresso.  #festivaldorio
Filmes argentinos nunca decepcionam. Estou sem fôlego ate agora! Carancho arrebenta! E claro, Ricardo Darin é mestre!!!! #festivaldorio
Filme italiano sempre me faz rir e chorar aomesmo tempo. “La nostra vita” eh um bom exemplo disso. #festivaldorio
#FestivaldoRio Interessante ver em RICO RI À TOA as sementes de ASSALTO AO TREM PAGADOR. Sessão delícia no Odeon c/família de Zé Trindade
#FestivaldoRio Faltam-me inteligência e paciência para FILM SOCIALISME. Só ñ saí no meio por obrigação.
#FestivaldoRio “Culturas de Resistência” faz salada de ativismos ao redor do mundo. Boas intenções, medianos resultados
Falei que “Isto é o amor” é sublime. Lembro: belo é o que nos traz felicidade, sublime é o que nos causa incômodo. #FestivaldoRio
‘A Empregada’ é o primeiro GRANDE filme do #festivaldorio. Narrativa e estética compactuando com perfeição. Imperdível.
Helena Sroulevich

Deixe um comentário

Arquivado em Helena Sroulevich

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s