Últimos momentos do #FestivaldoRio em 140 caracteres

 

Em meio à repescagem e ao Campeonato Mundial de Voleibol Masculino, em Roma (A PRIORIDADE!), destacamos as últimas em 140 caracteres que encerram a nossa celebração do Festival do Rio.

#Carancho me cativou! Se não fosse o minuto final, seria maravilhoso! #FestivaldoRio
#FestivaldoRio “Comer Rezar Amar” não tem a densidade do livro e nem pretende. É filme para o público com exageros. E acertos, como Julia.
#FestivaldoRio “Você vai conhecer o homem dos seus sonhos” é Woody Allen mostrando que homens e mulheres também se alimentam de ilusões.
Em You Will Meet a Tall Dark Stranger só faltou uma piada de judeu. #FestivaldoRio
#FestivaldoRio Aprendi no bom doc AISHEEN: o zoo de Gaza se chama Al-Brazil, tem leão empalhado e um macaco agressivo apelidado Sharon.
#FestivaldoRio Em PASSIONE John Turturro faz elogio da música napolitana numa série desestruturada de clipes com ênfase em estereótipos
@soninha51

Em “A primeira coisa bela” aprendi que todas as insatisfações e tristezas com o mundo podem ser curadas com um banho de mar. #festivaldoRio
“Um Quarto em Roma” mostra que Julio Medem perdeu a mão. Se a ideia era fazer rir pelo ridículo, deu certo. #festivaldorio
#FestivaldoRio ARMADILLO e RESTREPO, filmes quase gêmeos. Mas o 2º é melhor: menos “construído”, mais potente dramaticamente
“Poesia” começa como filme de mulherzinha, incorpora gêneros e texturas e se despede em grande estilo. #festivaldorio
“The Killer Inside Me”, do Winterbottom, termina ao som de “Shame on You”. Acho que foi metáfora. #festivaldorio
Vi um filme mto foda ontem no #festivaldorio, sobre o José Martí. Produção fantástica, bons atores. Filmaço. Tentarei fazer download. 🙂
Em ‘Turnê’, Almaric se deixa levar pelo ego e se concentra no seu personagem. As meninas eram mais interessantes. #festivaldorio
‘Rubber’ parte de uma idéia sensacional. Mas fazer filme trash sem criatividade é dose. Um tédio.  #festivaldorio
“Turnê”, estreia do Mathieu Amalric como diretor, é bom, mas cansativo. #festivaldorio
“Rubber”, sobre o pneu assassino telecinético, é uma bela duma bosta. #festivaldorio
#FestivaldoRio ‘A vida durante a guerra’ é a tentativa frustrada de Solondz de emplacar a continuação de ‘Felicidade’. Sina: nível cai.
Machete: petardo trash cheio de sangue e decapitações, adorei! Num #FestivaldoRio com filmes lentos, foi um alívio divertido.
vi também “Turnê” que parecia ser bem legal pela sinopse, mas eu gostei só de algumas cenas, o filme como todo nem curti #festivaldorio
#FestivaldoRio ‘José Martí’ esculpe seu caráter em meio às agruras da busca de Cuba (e de seu povo) pela identidade. Neorrealismo cubano.
#FestivaldoRio Em ‘Turnê’, Mathieu Amalric extravasa sua tara pelo site http://migre.me/1ufZT. Decadência bem-humorada de tons fellinianos.
‘Scott Pilgrim contra o Mundo’ é criativo ao extremo, mas tem uma hora que cansa. Podia ser 20 min mais curto.  #festivaldorio
‘Ex Isto’ é um cine-ensaio belíssimo, muito criativo e imageticamente cativante. João Miguel, como sempre, soberbo.  #festivaldorio
‘Rico Ri à Toa’ é chanchada típica com casal de protagonista impagável. Por eles valeu o ingresso.  #festivaldorio
Filmes argentinos nunca decepcionam. Estou sem fôlego ate agora! Carancho arrebenta! E claro, Ricardo Darin é mestre!!!! #festivaldorio
Filme italiano sempre me faz rir e chorar aomesmo tempo. “La nostra vita” eh um bom exemplo disso. #festivaldorio
#FestivaldoRio Interessante ver em RICO RI À TOA as sementes de ASSALTO AO TREM PAGADOR. Sessão delícia no Odeon c/família de Zé Trindade
#FestivaldoRio Faltam-me inteligência e paciência para FILM SOCIALISME. Só ñ saí no meio por obrigação.
#FestivaldoRio “Culturas de Resistência” faz salada de ativismos ao redor do mundo. Boas intenções, medianos resultados
Falei que “Isto é o amor” é sublime. Lembro: belo é o que nos traz felicidade, sublime é o que nos causa incômodo. #FestivaldoRio
‘A Empregada’ é o primeiro GRANDE filme do #festivaldorio. Narrativa e estética compactuando com perfeição. Imperdível.
Helena Sroulevich
Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Helena Sroulevich

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s