Deixa ela entrar na tua casa

Assim, como quem não quer nada, o canal MAX, da HBO, sem muita badalação, estreou na sua programação a produção sueca “Deixa ela entrar” (2008), de Tomas Alfredson — antes mesmo da chegada (já atrasada) do filme às locadoras. Ponto para os canais pagos.

Alfredson subverte o cânone de Bram Stoker e reinventa a estética de filmes de vampiro ao retratar o romance do retraído Oskar (Kåre Hedebrant), 12 anos, e a vampirinha Eli (Lina Leandersson), que, apesar de aparentar a mesma idade do menino — por causa da maquiagem dos sonhos de toda mulher, incluída no pacote da maldição –, carrega muita história por trás de seu olhar enigmático.

O amor improvável nasce do compartilhamento das carências que minam a sensação de pertencimento dos dois. O ingrediente sobrenatural, à moda “O feitiço de Áquila” (1985), desta vez aproxima almas improváveis — que encontram nas fragilidades do companheiro o encanto para fortalecer o relacionamento.

Confie em mim… Ninguém vai se lembrar de Bella e Edward depois deste filme. Ah, sim… Vem um remake americano por aí. Espero que os ianques não estraguem tudo (difícil…).

Veja os dias e horários das próximas exibições no MAX clicando aqui.

Carlos Eduardo Bacellar

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Carlos Eduardo Bacellar, Filmaço!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s