Assim como amar, escrever não é fácil

Muita gente me questionou sobre o parágrafo de abertura do meu texto acerca do filme “Paris, Texas”, do Wim Wenders. Reproduzo o trecho:

“Perceber as dimensões paradoxais que tornam intercambiáveis as fronteiras entre amor e ódio — e os subprodutos do desgaste psicológico gerados com a aproximação e reaproximação de desejos e expectativas antípodas — pode facilitar o entendimento de como alguém é capaz de desistir da pessoa que ama (e até de si próprio) como gesto de altruísmo máximo.”

As meninas (principalmente) ficaram incomodadas. Questionaram-me sobre o que eu quis dizer com “as dimensões paradoxais que tornam intercambiáveis as fronteiras entre amor e ódio”. Explico, ladies

Apesar de amor e ódio serem considerados antônimos — exacerbações sentimentais que, em princípio, repudiam interseções entre si –, amor implica ódio e vice-versa, tornando qualquer relacionamento agridoce (e muito mais interessante).

Caramba… Isso ficou bonito… Juro que saiu na empolgação do momento. Dá para patentear?

Carlos Eduardo Bacellar

p.s. Fiquem com All we ever need, música da banda americana Lady Antebellum (de Nashville para o mundo!!!). Só no violão e gogó.

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Carlos Eduardo Bacellar, Uncategorized

Uma resposta para “Assim como amar, escrever não é fácil

  1. Deixo claro: eu sou menina e super-entendi. Amor e ódio dialogam comigo o tempo todo. E acho que quando a gente ama alguém de verdade, há certo inconformismo, há lugares vazios, a relação é dinâmica. E o ódiozinho é o que movimenta tudo. 😉 Beijos da amiga.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s