Nuevo día

AVISO DE ANTEMÃO QUE ESTE POST CONTÉM SPOILERS

E QUE O FILME PODE VIR A SER LANÇADO NO BRASIL.

“Strangers in the Night” (versión porteña) é a música que apresenta o casal  protagonista Sol (Julieta Zylberberg) e Martin (Diego Torres). O filme, ora comédia romântica, ora obra policial, “Extraños en la Noche”, dirigido por Alejandro Montiel e distribuído pela Buena Vista, foi lançado ontem em circuito comercial aqui em Buenos Aires.  O filme conta a história do casal de músicos que tenta se equilibrar em suas finanças, fazendo shows em eventos fechados, enquanto atacam de investigadores amadores de um suposto assassinato no apartamento de cima de onde moram.

A relação com o apartamento de cima onde reside Emilio, assessor político que mais tarde se revelará travesti, começa quando Sol pede emprestado ao vizinho um par de sapatos de sua “esposa” para a apresentação que fará logo mais em  Puerto Madero, na grande sequencia inicial do filme.  Só que ao tentar devolver o par de sapatos no dia seguinte, Sol começa a pressentir que algo misterioso aconteceu naquele apartamento a partir da visita de um sujeito esquisito a Emilio, que supostamente teria viajado e deixado suas chaves com o zelador do prédio para que regasse suas plantas. Deconfiada, Sol rouba a chave do apartamento e leva o namorado Martin para conhecer o local do crime. Todas as provas estão lá. No dia seguinte, levam o zelador Aurelio para que ateste que houve um homicídio no apartamento, mas já deu tempo suficiente para o criminoso limpar todas as provas e deixar o apartamento um brinco. Enquanto atacam de investigadores, a história de amor de Sol e Martin passa por altos e baixos e é colocada em cheque quando Sol recebe uma proposta para ser vocalista de uma banda que sairá em turnê internacional em poucos dias. Mas um “nuevo día” há de vir e Sol decide ficar em Buenos Aires, ajudar a esclarecer o crime e viver feliz para sempre com seu amado Martin.

Sem desenvolver nem a comédia romântica, nem o romance policial, tudo acaba sendo meio bobo. Mas eu me diverti. Isso é que vale. Sem falar que o  filme é um hino de amor a Buenos Aires.  Dá pra ver desde Puerto Madero a bairros como Belgrano e Palermo Viejo. Amo essa Madrid do hemisfério sul. E como eu sou bem legal, deixo para vocês a canção-tema do Diego Torres para o filme. Ah, o Diego Torres! 🙂 Chama-se “Nuevo Día”.

Helena Sroulevich

P.S. Post dedicado a los tíos porteños Leo y Diana Gutman. Los amo y sus 50 años de amor! “Siman Tov, Mazel Tov!”

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Aprecie com Moderação (dá um caldo), Helena Sroulevich

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s